Notícias

São Domingos de Gusmão, fundador dos Dominicanos

Domingos, o fundador da Ordem dominicana, "apontou para a atenção aos sinais dos tempos, cuja interpelação o levou a um zelo apostólico experimentado no âmago das transformações culturais  e sociais:  na simplicidade, na compaixão e na misericórdia, no exercício democrático do poder, no estudo, na ação e na palavra." (in: Princípios Norteadoras da Província Nossa Senhora do Rosário, pág. 7).


São Domingos de Gusmão. Sacerdote fundador dos Irmãos Pregadores (1170-1221). Canonizado por Gregório IX em 03 de julho de 1234, nasceu em Calaruega, diocese de Osma, Espanha e desde a sua juventude exercitou-se em virtudes não comuns.

Estudou teologia e foi eleito cônego da igreja de Osma. Ordenado sacerdote, promoveu a defesa da fé católica especialmente contra os hereges Albigenses, com a pregação e com o exemplo de sua vida. Este objetivo atraiu ao seu redor outros pregadores, aos quais deu uma regra, fundando assimeles o primeiro núcleo da Ordem dos Religiosos Dominicanos.

Foi um homem de intensa oração, assíduo no estudo, incansável na pregação, paciente nas contrariedades, valente na busca e no chamamento aos errantes, inclusive àqueles que tentaram assassiná-lo. Caminhava descalço, dormia no chão, jejuava, flagelava-se, convencido de que seus sacrifícios contribuíam para a salvação das almas que queria arrebatar do erro.

Duas ou três vezes foi eleito Bispo, mas sempre recusou, querendo viver com seus irmãos em pobreza. Conservou sem mancha o esplendor de sua virgindade até a morte. Morreu em Bolonha em 06 de agosto de 1221 aos 51 anos.

 

Fonte: Canto da Paz

07/08/2017


Share |